Anti coagulados

A anti coagulação é um tratamento para evitar a formação de coágulos na circulação sanguínea. Os coágulos aumentam o risco de vários problemas de saúde graves, como as tromboses venosas, a embolia pulmonar ou o enfarte cerebral.

Várias doenças ou condições clínicas predispõem à formação de coágulos no sangue, entre as mais frequentes estão a imobilização prolongada, fraturas, cirurgias, cancro, arritmias, anomalias das válvulas ou da função cardíaca.

Os fármacos mais utilizados (em Portugal) neste tratamento são o VARFINE ou SINTROM e a sua ação consiste em tornar o sangue menos coagulável (mais fluido).
A dose de VARFINE ou SINTROM é determinada pelo valor do INR (International Normalized Ratio), que mede a rapidez com que o sangue coagula. Este teste ajuda o médico a manter os níveis dentro de valores seguros de anti coagulação. Quando o INR está demasiado elevado, há maior risco de hemorragia; quando tem valores baixos, há maior risco de trombose (os valores adequados de INR são diferentes conforme a causa do tratamento anticoagulante, no entanto, a maioria das situações clínicas deve ter um INR entre 2 e 3).
Já estão disponíveis em Portugal os chamados novos anticoagulantes orais – PRADAXA e XARELTO – são fármacos com o mesmo efeito do VARFINE e do SINTROM mas atuam de forma diferente e não necessitam do controlo do INR. Ainda são pouco utilizados por três razões – só estão aprovados para algumas situações clínicas, têm um custo muito elevado, ainda não têm antídoto em caso de ser necessário reverter com urgência o seu efeito anti coagulante.

É obrigatório efetuar um controlo periódico ao sangue porque a quantidade de VARFINE ou SINTROM que cada pessoa necessita é diferente (a dose tem que ser ajustada individualmente), por isso, no início do tratamento é necessário efetuar controlos mais frequentes até obter níveis estáveis de anti coagulação. Posteriormente, os controlos serão efetuados com intervalos de 1 a 3 meses.

A maioria dos efeitos secundários do VARFINE e do SINTROM relacionam-se com a forma como o medicamento atua, uma vez que previne a formação de coágulos pode causar hemorragias.

Para reduzir o risco de hemorragia é importante cumprir a medicação corretamente, efetuar os controlos programados e adotar um comportamento preventivo de traumatismos: evitar quedas, utilizar com cuidado objetos cortantes ou perfurantes, evitar desportos ou atividades com risco de ferimentos fáceis, usar luvas para atividades de jardinagem ou outras com risco de ferimentos, etc.

Não. Os riscos dos doentes anti coagulados (também chamados hipo coagulados) estão relacionados com a doença que determina o tratamento e com os efeitos secundários dos fármacos anticoagulantes.

Os anticoagulantes são muito eficazes quando utilizados corretamente, por isso, cumpra as indicações do seu médico e tenha em conta que:

• Tem que efetuar controlo regular do sangue para prevenir a trombose e a hemorragia.
• Muitos medicamentos interferem com os anticoagulantes, por isso, avise sempre o seu médico quando mudar alguma medicação.
• Sempre que recorrer a um Serviço de Saúde tem que informar que está a tomar VARFINE ou SINTROM.
• Os vegetais verdes podem afetar a ação dos anticoagulantes mas não deixe de os incluir na sua alimentação. Deve manter uma ingestão regular, sem grande variação dos hábitos alimentares.