Artigo

11 Mar, 2015

Muitos dos problemas cardíacos que conhecemos, são uma consequência da falta de exercício físico e da manutenção de uma alimentação pouco saudável. Uma dieta alimentar que seja rica em gordura saturada, leva muitas vezes a um aumento do colesterol mau (LDL) e a uma redução do colesterol bom (HDL).

A combinação de ambos, acaba por levar a uma perigosa concentração de gordura nas artérias (aterosclerose) que mais cedo ou mais tarde poderá levar a um enfarte. Outro problema muito comum é o exagerado consumo de sal que por sua vez leva ao aumento da pressão arterial, obrigando o coração a trabalhar com mais esforço.

Porém, antes do pior acontecer, o nosso corpo costuma-nos dar alguns sinais de que as coisas não estão bem. No entanto, não deverá entrar em pânico porque estes sinais também se poderão dever a problemas menos graves. Mas pelo sim pelo não, se sentir alguns destes sinais de forma recorrente, deverá fazer uma visita ao seu médico para verificar se está tudo ok!

Mas como mais vale prevenir do que remediar, nunca é tarde para optar por uma alimentação saudável que seja pobre em gordura saturada e sal e rica em fibra e gorduras insaturadas. A fibra possui um papel muito importante neste fator ao ajudar a baixar o colesterol e a regular a absorção do açúcar. Caso não consiga incluir uma boa dose de fibra na sua alimentação, opte por suplementos de fibra para colmatar essa falha.

  1. Sensação de dor ao caminhar

  2. Se sente dor nas pernas quando está a caminhar ou simplesmente a mover-se de um lado para o outro e essa dor desaparece assim que para, então isso pode ser um sinal de que sofre de Doença Arterial Periférica (DAP).
    A DAP é uma doença que afeta as artérias, sendo que uma das principais causas é a aterosclerose (acumulação de gordura nas artérias). Se esta não for tratada a tempo, poderá resultar num enfarte.

  3. Sensação de cansaço constante

  4. Esta sensação é muito semelhante à sensação de cansaço provocada por uma gripe, se bem que neste caso é constante. Isto acontece pelo facto de o coração não conseguir fornecer o devido oxigénio às células.
    No entanto, como este sintoma é muito semelhante ao da anemia (falta de ferro), não deve entrar logo em pânico.

  5. Pés inchados

  6. Apesar de os pés inchados serem a consequência de muitos problemas, fique a saber que este também poderá ser um sinal de que o seu sistema cardiovascular não está a funcionar corretamente.

  7. Falta de ar

  8. Se costuma sentir falta de ar, mesmo estando em forma, isso poderá ser um sinal de que as válvulas do coração estão a funcionar de forma deficiente.

  9. Depressão

  10. Apesar de os problemas cardíacos não levarem a uma depressão, alguns estudos têm demonstrado que as pessoas que passam por depressões correm maior risco de sofrer de problemas cardíacos.

  11. Tonturas

  12. Apesar de as tonturas poderem estar associadas a vários problemas como, por exemplo, hipoglicemia (pouco açúcar no sangue), também poderá estar associado a problemas cardíacos.
    Quando as tonturas se devem a problemas cardíacos, costuma ser uma consequência de artérias «entupidas» ou válvulas cardíacas deficientes.

  13. Ouvir os batimentos cardíacos ao adormecer

  14. Algumas pessoas costumam ouvir o seu coração bater (“lub-dub”) quando estão a tentar adormecer, o que poderá indicar que as válvulas do coração podem ter algum problema.

  15. Enxaquecas

  16. Muitas pessoas sentem o desconforto de enxaquecas frequentes, estimando-se que 12% da população mundial sofra deste problema em algum momento da sua vida. Contudo, quando se associam as enxaquecas a doentes que sofrem de doenças cardiovasculares, esse número aumenta para 40%.
    Apesar de não existir uma relação direta entre ambos, a verdade é que parece existir uma relação causa-efeito entre doenças cardiovasculares e as enxaquecas.

  17. Ansiedade, suor e náuseas

  18. Sentir ansiedade, suor e náuseas ao mesmo tempo, costuma ser um sinal de que está a ter um ataque de pânico, no entanto, esses sintomas também podem indicar que está a sofrer um ataque cardíaco.
    Se logo após estes sintomas sentir falta de ar, fadiga, dor e desconforto junto ao peito, então o melhor é procurar ajuda médica de imediato. Quando mais tempo demorar a procurar ajuda, piores vão ser os danos para a sua saúde.