Seg, 03/04/2017 - 20:10
Boa noite,
Há exames para diagnosticar a depressão?
Tenho dores no corpo já há quase 2 anos, a minha medica de família fez-me várias exames e fisicamente está tudo bem. Diagnosticou-me com depressão e disse que poderia ter tb fibromialgia mas que ela não acreditava na doença por ser na opinião dela "uma doença da moda", para ela sem fundamento.
Andava abatida devido a dores mas nunca pensei ter depressão pois nunca pensei sequer em suicídio. Aceitei o diagnóstico e fiz o tratamento.
Já passou um ano, melhorei um pouco das dores mas nunca fiquei totalmente sem as dores no corpo.
Fui abandonando a medicação aos poucos, agora já sem medicação... mas estou na mesma. Não sei o que fazer, a que médico me dirigir para ver realmente o que se passa comigo.
É angustiante, às vezes nem estender a roupa consigo pois são tantas as dores nos braços. :(
Alguém conhece algum caso idêntico?
Obrigada.
Alexandra.
Comentar
mostrar comentários (7)
esconder comentários (7)
Dom, 04/03/2018 - 21:58
Tomo magnésio todos os dias, para dores musculares, de treino é do dia a dia.. e devido a alguns espaços q a medicação provoca. N soluciona mas poderá ajudar...n vivo sem isto é é natural. 600 MG dose diária.
Sex, 27/04/2018 - 11:06
Olá Alexandra
Tive algumas dificuldades em aceder ao adoeci.com do qual sou membro há já alguns anos . Por isso não pude ler e como tal responder á sua publicação . No entanto desejo que se encontre um pouco melhor . Exames para a depressão na realidade não existem, é uma doença cujo diagnóstico se faz a partir da história vivida pelo doente e que analisada pelo médico, se pode concluir se de facto tem ou não depressão . Para que se chegue á conclusão de que sofre de depressão é necessário que tenha um conjunto de sintomas, como a tristeza constante, choro fácil, perda de interesse pela vida ou por coisas que até aí lhe davam prazer, isolamento, perde de apetite, por vezes ideação suicída, perda de líbido, ( vontade de praticar qualquer ato sexual), ver tudo de uma forma negativa, escura, auto culpabilização etc. A partir daí o médico vê qual o tipo de depressão de que sofre e qual o tratamento adequado . Quanto ás dores, podem ser efetivamente o principal sintoma de fobromialgia que tenha . Esta doença, que é ainda uma invenção para alguns médicos mal informados, é real e por sinal bem dolorosa . Eu também sofri durante alguns anos com dores horríveis provocadas por fibromialgia, mas deixei de sentir dor desde o ano 2007, quando comecei a tratar a minha depressão, num psiquiatra em Coimbra . Os medicamentos ansioliticos com efeito relaxante muscular, ajudaram-me a resolver esse problema . Se nunca tomou nenhum desses medicamentos, mesmo que tome analgésicos para a dor neuropática, como é o caso do Neurontin 800 mg, jamais irá deixar de ter dores . De nada me valeu a fisioterapia, ou este medicamento que tomava 3 vezes ao dia . Consulte um bom Psiquiatra e ele certamente irá ajudá-la, a aliviar ou resolver, tanto a depressão como a fibromialgia . Existem terapias que evitam as drogas químicas, mas não resultam em todas as pessoas da mesma forma . Como a depressão é provocada pela não produção de substâncias no cérebro como a Sertralina, Dopamina, Noradrenalina é necessário levar ao cérebro essas substâncias através de medicamentos químicos ou naturais . Quanto á fibromialgia, segundo alguns estudos, sendo causada por uma errada comunicação da dor pelos nervos neurotransmissores ao cérebro, também é necessário algum medicamento ou produto, que ajude a equilibrar ou repor a normalidade na condução da dor . O produto natural mais usado para esse efeito, que pode ser bom para uns e nada bom para outros é o 5-HTP, da sigla 5- hidroxitriptofano . É um dos aminoácidos essenciais para o organismo e pode ser tomado como suplemento, seguindo as orientações do farmacêutico . Também este produto atua no cérebro levando até ele a Serotonina . Espero ter ajudado e desejo-lhe as rápidas melhoras .
As melhoras e cumprimentos para os outros membros do grupo .
Sex, 27/04/2018 - 11:09
Olá Alexandra
Tive algumas dificuldades em aceder ao adoeci.com do qual sou membro há já alguns anos . Por isso não pude ler e como tal responder á sua publicação . No entanto desejo que se encontre um pouco melhor . Exames para a depressão na realidade não existem, é uma doença cujo diagnóstico se faz a partir da história vivida pelo doente e que analisada pelo médico, se pode concluir se de facto tem ou não depressão . Para que se chegue á conclusão de que sofre de depressão é necessário que tenha um conjunto de sintomas, como a tristeza constante, choro fácil, perda de interesse pela vida ou por coisas que até aí lhe davam prazer, isolamento, perde de apetite, por vezes ideação suicída, perda de líbido, ( vontade de praticar qualquer ato sexual), ver tudo de uma forma negativa, escura, auto culpabilização etc. A partir daí o médico vê qual o tipo de depressão de que sofre e qual o tratamento adequado . Quanto ás dores, podem ser efetivamente o principal sintoma de fobromialgia que tenha . Esta doença, que é ainda uma invenção para alguns médicos mal informados, é real e por sinal bem dolorosa . Eu também sofri durante alguns anos com dores horríveis provocadas por fibromialgia, mas deixei de sentir dor desde o ano 2007, quando comecei a tratar a minha depressão, num psiquiatra em Coimbra . Os medicamentos ansioliticos com efeito relaxante muscular, ajudaram-me a resolver esse problema . Se nunca tomou nenhum desses medicamentos, mesmo que tome analgésicos para a dor neuropática, como é o caso do Neurontin 800 mg, jamais irá deixar de ter dores . De nada me valeu a fisioterapia, ou este medicamento que tomava 3 vezes ao dia . Consulte um bom Psiquiatra e ele certamente irá ajudá-la, a aliviar ou resolver, tanto a depressão como a fibromialgia . Existem terapias que evitam as drogas químicas, mas não resultam em todas as pessoas da mesma forma . Como a depressão é provocada pela não produção de substâncias no cérebro como a Sertralina, Dopamina, Noradrenalina é necessário levar ao cérebro essas substâncias através de medicamentos químicos ou naturais . Quanto á fibromialgia, segundo alguns estudos, sendo causada por uma errada comunicação da dor pelos nervos neurotransmissores ao cérebro, também é necessário algum medicamento ou produto, que ajude a equilibrar ou repor a normalidade na condução da dor . O produto natural mais usado para esse efeito, que pode ser bom para uns e nada bom para outros é o 5-HTP, da sigla 5- hidroxitriptofano . É um dos aminoácidos essenciais para o organismo e pode ser tomado como suplemento, seguindo as orientações do farmacêutico . Também este produto atua no cérebro levando até ele a Serotonina . Espero ter ajudado e desejo-lhe as rápidas melhoras .
As melhoras e cumprimentos para os outros membros do grupo .
Sex, 27/04/2018 - 11:11
Olá Alexandra
Tive algumas dificuldades em aceder ao adoeci.com do qual sou membro há já alguns anos . Por isso não pude ler e como tal responder á sua publicação . No entanto desejo que se encontre um pouco melhor . Exames para a depressão na realidade não existem, é uma doença cujo diagnóstico se faz a partir da história vivida pelo doente e que analisada pelo médico, se pode concluir se de facto tem ou não depressão . Para que se chegue á conclusão de que sofre de depressão é necessário que tenha um conjunto de sintomas, como a tristeza constante, choro fácil, perda de interesse pela vida ou por coisas que até aí lhe davam prazer, isolamento, perde de apetite, por vezes ideação suicída, perda de líbido, ( vontade de praticar qualquer ato sexual), ver tudo de uma forma negativa, escura, auto culpabilização etc. A partir daí o médico vê qual o tipo de depressão de que sofre e qual o tratamento adequado . Quanto ás dores, podem ser efetivamente o principal sintoma de fobromialgia que tenha . Esta doença, que é ainda uma invenção para alguns médicos mal informados, é real e por sinal bem dolorosa . Eu também sofri durante alguns anos com dores horríveis provocadas por fibromialgia, mas deixei de sentir dor desde o ano 2007, quando comecei a tratar a minha depressão, num psiquiatra em Coimbra . Os medicamentos ansioliticos com efeito relaxante muscular, ajudaram-me a resolver esse problema . Se nunca tomou nenhum desses medicamentos, mesmo que tome analgésicos para a dor neuropática, como é o caso do Neurontin 800 mg, jamais irá deixar de ter dores . De nada me valeu a fisioterapia, ou este medicamento que tomava 3 vezes ao dia . Consulte um bom Psiquiatra e ele certamente irá ajudá-la, a aliviar ou resolver, tanto a depressão como a fibromialgia . Existem terapias que evitam as drogas químicas, mas não resultam em todas as pessoas da mesma forma . Como a depressão é provocada pela não produção de substâncias no cérebro como a Sertralina, Dopamina, Noradrenalina é necessário levar ao cérebro essas substâncias através de medicamentos químicos ou naturais . Quanto á fibromialgia, segundo alguns estudos, sendo causada por uma errada comunicação da dor pelos nervos neurotransmissores ao cérebro, também é necessário algum medicamento ou produto, que ajude a equilibrar ou repor a normalidade na condução da dor . O produto natural mais usado para esse efeito, que pode ser bom para uns e nada bom para outros é o 5-HTP, da sigla 5- hidroxitriptofano . É um dos aminoácidos essenciais para o organismo e pode ser tomado como suplemento, seguindo as orientações do farmacêutico . Também este produto atua no cérebro levando até ele a Serotonina . Espero ter ajudado e desejo-lhe as rápidas melhoras .
As melhoras e cumprimentos para os outros membros do grupo .
Sex, 27/04/2018 - 11:16
Olá Alexandra
Tive algumas dificuldades em aceder ao adoeci.com do qual sou membro há já alguns anos . Por isso não pude ler e como tal responder á sua publicação . No entanto desejo que se encontre um pouco melhor . Exames para a depressão na realidade não existem, é uma doença cujo diagnóstico se faz a partir da história vivida pelo doente e que analisada pelo médico, se pode concluir se de facto tem ou não depressão . Para que se chegue á conclusão de que sofre de depressão é necessário que tenha um conjunto de sintomas, como a tristeza constante, choro fácil, perda de interesse pela vida ou por coisas que até aí lhe davam prazer, isolamento, perde de apetite, por vezes ideação suicída, perda de líbido, ( vontade de praticar qualquer ato sexual), ver tudo de uma forma negativa, escura, auto culpabilização etc. A partir daí o médico vê qual o tipo de depressão de que sofre e qual o tratamento adequado . Quanto ás dores, podem ser efetivamente o principal sintoma de fobromialgia que tenha . Esta doença, que é ainda uma invenção para alguns médicos mal informados, é real e por sinal bem dolorosa . Eu também sofri durante alguns anos com dores horríveis provocadas por fibromialgia, mas deixei de sentir dor desde o ano 2007, quando comecei a tratar a minha depressão, num psiquiatra em Coimbra . Os medicamentos ansioliticos com efeito relaxante muscular, ajudaram-me a resolver esse problema . Se nunca tomou nenhum desses medicamentos, mesmo que tome analgésicos para a dor neuropática, como é o caso do Neurontin 800 mg, jamais irá deixar de ter dores . De nada me valeu a fisioterapia, ou este medicamento que tomava 3 vezes ao dia . Consulte um bom Psiquiatra e ele certamente irá ajudá-la, a aliviar ou resolver, tanto a depressão como a fibromialgia . Existem terapias que evitam as drogas químicas, mas não resultam em todas as pessoas da mesma forma . Como a depressão é provocada pela não produção de substâncias no cérebro como a Sertralina, Dopamina, Noradrenalina é necessário levar ao cérebro essas substâncias através de medicamentos químicos ou naturais . Quanto á fibromialgia, segundo alguns estudos, sendo causada por uma errada comunicação da dor pelos nervos neurotransmissores ao cérebro, também é necessário algum medicamento ou produto, que ajude a equilibrar ou repor a normalidade na condução da dor . O produto natural mais usado para esse efeito, que pode ser bom para uns e nada bom para outros é o 5-HTP, da sigla 5- hidroxitriptofano . É um dos aminoácidos essenciais para o organismo e pode ser tomado como suplemento, seguindo as orientações do farmacêutico . Também este produto atua no cérebro levando até ele a Serotonina . Espero ter ajudado e desejo-lhe as rápidas melhoras .
As melhoras e cumprimentos para os outros membros do grupo .
Sex, 27/04/2018 - 11:18
Olá Alexandra
Tive algumas dificuldades em aceder ao adoeci.com do qual sou membro há já alguns anos . Por isso não pude ler e como tal responder á sua publicação . No entanto desejo que se encontre um pouco melhor . Exames para a depressão na realidade não existem, é uma doença cujo diagnóstico se faz a partir da história vivida pelo doente e que analisada pelo médico, se pode concluir se de facto tem ou não depressão . Para que se chegue á conclusão de que sofre de depressão é necessário que tenha um conjunto de sintomas, como a tristeza constante, choro fácil, perda de interesse pela vida ou por coisas que até aí lhe davam prazer, isolamento, perde de apetite, por vezes ideação suicída, perda de líbido, ( vontade de praticar qualquer ato sexual), ver tudo de uma forma negativa, escura, auto culpabilização etc. A partir daí o médico vê qual o tipo de depressão de que sofre e qual o tratamento adequado . Quanto ás dores, podem ser efetivamente o principal sintoma de fobromialgia que tenha . Esta doença, que é ainda uma invenção para alguns médicos mal informados, é real e por sinal bem dolorosa . Eu também sofri durante alguns anos com dores horríveis provocadas por fibromialgia, mas deixei de sentir dor desde o ano 2007, quando comecei a tratar a minha depressão, num psiquiatra em Coimbra . Os medicamentos ansioliticos com efeito relaxante muscular, ajudaram-me a resolver esse problema . Se nunca tomou nenhum desses medicamentos, mesmo que tome analgésicos para a dor neuropática, como é o caso do Neurontin 800 mg, jamais irá deixar de ter dores . De nada me valeu a fisioterapia, ou este medicamento que tomava 3 vezes ao dia . Consulte um bom Psiquiatra e ele certamente irá ajudá-la, a aliviar ou resolver, tanto a depressão como a fibromialgia . Existem terapias que evitam as drogas químicas, mas não resultam em todas as pessoas da mesma forma . Como a depressão é provocada pela não produção de substâncias no cérebro como a Sertralina, Dopamina, Noradrenalina é necessário levar ao cérebro essas substâncias através de medicamentos químicos ou naturais . Quanto á fibromialgia, segundo alguns estudos, sendo causada por uma errada comunicação da dor pelos nervos neurotransmissores ao cérebro, também é necessário algum medicamento ou produto, que ajude a equilibrar ou repor a normalidade na condução da dor . O produto natural mais usado para esse efeito, que pode ser bom para uns e nada bom para outros é o 5-HTP, da sigla 5- hidroxitriptofano . É um dos aminoácidos essenciais para o organismo e pode ser tomado como suplemento, seguindo as orientações do farmacêutico . Também este produto atua no cérebro levando até ele a Serotonina . Espero ter ajudado e desejo-lhe as rápidas melhoras .
As melhoras e cumprimentos para os outros membros do grupo .
Sex, 27/04/2018 - 11:19
Olá Alexandra
Tive algumas dificuldades em aceder ao adoeci.com do qual sou membro há já alguns anos . Por isso não pude ler e como tal responder á sua publicação . No entanto desejo que se encontre um pouco melhor . Exames para a depressão na realidade não existem, é uma doença cujo diagnóstico se faz a partir da história vivida pelo doente e que analisada pelo médico, se pode concluir se de facto tem ou não depressão . Para que se chegue á conclusão de que sofre de depressão é necessário que tenha um conjunto de sintomas, como a tristeza constante, choro fácil, perda de interesse pela vida ou por coisas que até aí lhe davam prazer, isolamento, perde de apetite, por vezes ideação suicída, perda de líbido, ( vontade de praticar qualquer ato sexual), ver tudo de uma forma negativa, escura, auto culpabilização etc. A partir daí o médico vê qual o tipo de depressão de que sofre e qual o tratamento adequado . Quanto ás dores, podem ser efetivamente o principal sintoma de fobromialgia que tenha . Esta doença, que é ainda uma invenção para alguns médicos mal informados, é real e por sinal bem dolorosa . Eu também sofri durante alguns anos com dores horríveis provocadas por fibromialgia, mas deixei de sentir dor desde o ano 2007, quando comecei a tratar a minha depressão, num psiquiatra em Coimbra . Os medicamentos ansioliticos com efeito relaxante muscular, ajudaram-me a resolver esse problema . Se nunca tomou nenhum desses medicamentos, mesmo que tome analgésicos para a dor neuropática, como é o caso do Neurontin 800 mg, jamais irá deixar de ter dores . De nada me valeu a fisioterapia, ou este medicamento que tomava 3 vezes ao dia . Consulte um bom Psiquiatra e ele certamente irá ajudá-la, a aliviar ou resolver, tanto a depressão como a fibromialgia . Existem terapias que evitam as drogas químicas, mas não resultam em todas as pessoas da mesma forma . Como a depressão é provocada pela não produção de substâncias no cérebro como a Sertralina, Dopamina, Noradrenalina é necessário levar ao cérebro essas substâncias através de medicamentos químicos ou naturais . Quanto á fibromialgia, segundo alguns estudos, sendo causada por uma errada comunicação da dor pelos nervos neurotransmissores ao cérebro, também é necessário algum medicamento ou produto, que ajude a equilibrar ou repor a normalidade na condução da dor . O produto natural mais usado para esse efeito, que pode ser bom para uns e nada bom para outros é o 5-HTP, da sigla 5- hidroxitriptofano . É um dos aminoácidos essenciais para o organismo e pode ser tomado como suplemento, seguindo as orientações do farmacêutico . Também este produto atua no cérebro levando até ele a Serotonina . Espero ter ajudado e desejo-lhe as rápidas melhoras .
As melhoras e cumprimentos para os outros membros do grupo .