Sáb, 17/11/2018 - 18:32
Comentar
mostrar comentários (1)
esconder comentários (1)
Olá, bom dia para todos. Hoje como ontem, é mais um dia em que me apetece fazer muita coisa e não faço nada. A minha fibromialgia, juntou-se a um "agrupamento" em que a dores articulares, o cansaço por um esforço mínimo, a fibrose e a isquemia cardíacas, etc., a depressão, me condicionam cada vez mais a vida. Costumo dizer que já não tenho lágrimas para chorar. E tenho uma cara risonha, pelo menos para a fotografia. Às vezes queria fazer qualquer coisa comigo, mas não sei o quê. Os meus filhos e os meus netos gostam de mim. o meu marido também. Costumam dizer que é muito bom os netos terem avós, mesmo doentes. Tento fazer o possível para estar bem junto deles, que parecem, aceitar não, mas habituados à minha inércia.