Olá Isabel,Sim a mim o qu
Seg, 10/08/2015 - 10:10
Olá Isabel,

Sim a mim o que me disseram é ao início deste segundo surto é que era esquizofrenia paranóide mas depois com o tempo já me vieram a dizer que era um transtorno esquizofreniforme. São só nomenclaturas, acho que não interessa muito, vai dar tudo ao mesmo. O problema é que o nosso cérebro está corrompido, destruído por esta maldita doença.

Sim estou assustado, não sei se algum dia vou ter a energia que tinha em viver. Eu estou tal como tu dizes, não tenho interesse em nada, a única coisa relevante é dormir e dormir e dormir, fechar os olhos e não pensar mais. Já tive pensamentos suicidas, várias vezes, para terminar de uma vez por todas com esta agonia. Deixaria de ter que me levantar para ir para o trabalho, deixaria de ter que pensar frustrado na falta de amigos e na falta de vida social..

Tal como tu dizes parece que deixei de me conhecer, como fizeste para ganhar de novo vontade e ânimo para as coisas? Com o tempo dirás tu? o teu ultimo surto foi em 2011, vou ter que esperar tantos anos para me sentir bem novamente? que triste não aguento mais..

Sim eram drogas leves, já deixei há mais de 5 meses, sei que não ajudam para o meu estado. É verdade é um mundo completamente diferente e como se diz muitas vezes, é como uma viagem de ida e pode não ter volta. Eu felizmente ainda voltei, mas mal !

Isto é de facto uma predisposição genética, porque todos os meus amigos continuaram com as drogas (imagino eu, apesar de não me dar com eles) e não tiveram surtos nenhuns, maldito código genético o meu, como me odeio ainda mais.

A minha apatia e falta de vontade deve-se à situação em que me encontro e não tanto pelos medicamentos diria eu. Estou sem amigos (todos eles fumavam) porque não lhes contei e afastei-me para não correr o risco de me envolver novamente...

Eu engordei um pouco sim, por ter ficado parado muito tempo em casa, tive de baixa desde fevereiro até finais de maio, desesperei demasiado, chorava até de tanta angústia, de não ter nada que fazer e já não conseguir dormir mais durante o dia...

Hoje estou de volta ao trabalho, já desde junho, mas também já me encontro sem motivação, pensava que começar a trabalhar ia resolver a minha falta de vontade, mas tava enganado... também já me sinto sem vontade e tou todo o dia só a pensar no momento que voltarei para casa, para poder dormir.

Estou condenado para o resto da minha vida, existe alguma operação que eu possa fazer ao meu cérebro para acabar com uma vez por todas com este descontentamento ? e voltar a ser feliz e motivado no trabalho ? e recuperar a minha aptidão cognitiva ? sim porque eu estou muito mais lento , custa-me tantas vezes entender as pessoas .

Enfim desculpem o desabafo, mas não me sinto nada bem, às vezes penso como é que pode ainda haver pessoas com paciência para me aturar como os meus pais e vocês aqui.

Comecei a ir a um centro de ajuda mas não vejo também como aquilo me pode ajudar, mas é o que os meus pais dizem, mal não fará...

Cumprimentos Isabel e obrigado pela tua resposta e acompanhamento