Olá Mister Ti e Maria João.
Seg, 10/08/2015 - 18:20
Olá Mister Ti e Maria João.

Mister Ti, acho que vai levar tempo para recuperar de mas não quer dizer que previsões do mesmo tempo que eu levei. É muito subjectivo.

Maria João, tal como tu, no primeiro surto psicótico medicaram-me com medicamentos muito fortes. Nos dias que estive no hospital parecia um autêntico zombie. E odiava tomar todos aqueles comprimidos. Depois a minha médica da altura pos-me a tomar só o antipsicótico e acho que um antidepressivo (já foi há muito tempo, já não me recordo bem, mas acho que foi assim. Sentia-me bem a tomar o antipsicótico, até estava mais sociável, mas comecei a engordar. Então pedi `a médica e ela retirou-mo. Não a crítico por isso porque sei que há pessoas que têm um único surto durante a sua vida. Tudo isto aconteceu quando eu estava a terminar o meu curso. E talvez devido ao stress tive novo surto.

Quanto `a psicóloga, quando estive em hospital de dia pensei em recorrer a uma psicóloga particular pois sentia a necessidade de falar. Disse isso no hospital e foi-me sugerido fazer psicoterapia com a psicóloga do hospital.

Em relação ao que a psicóloga te disse, que só um psiquiatra te podia tratar, é sempre necessário o acompanhamento psiquiátrico -ate por causa da medicação -, mas pode ser feita psicoterapia com um/uma psicólogo/a como complemento. Entre outras coisas falamos de como evitar novas crises, quais os sinais de alerta, etc.

Ontem estive um bocadinho mal devido a conflitos familiares. Quando estou assim só me apetece desaparecer - ou mesmo morrer. Depois quando entro em crise vou buscar todos estes conflitos familiares que passam a fazer parte de toda a paranóia que construo (que me querem fazer mal, que há um complot montado contra mim, etc)